terça-feira, 28 de junho de 2016

O evento São Paulo ao Cubo


O Evento São Paulo ao Cubo aconteceu nos 427 anos da cidade, mas amo tanto São Paulo e sua interatividade gigante e seu assunto sem fim que decidi continuar o blog.

Hoje quero falar de um empreendimento que tem a ver com o nome do blog, com São Paulo e com tudo que existe  de novidade, São Paulo vai ganhar um ponto de encontro de pessoas que querem empreender, investir e também para universidades e incorporações.
O CUBO foi inaugurado já em SP, ele é é um centro de inovações tecnológicas que vem com a ambição bem audaciosa de transformar o sistema brasileiro de startups e referências globais.

Flavio Pipas (na foto) diz que quer colocar o Brasil no centro do cenário mundial e destacá-lo. O Relatório SC (Startup Compass) publicado no ano de 2015 divulgou que SP é a 12 (décima segunda) melhor cidade para qualquer pessoa que deseja entrar no mundo das startups. Flávio tem a ambição de tornar SP em uma das cinco melhores. Ele é o diretor executivo do CUBO. 

Uma iniciativa do Itaú em parceria com a Redpoint (um dos principais fundos de investimento do mundo). “O CUBO, é sem fins lucrativos uma forma de fomentar o empreendedorismo da tecnologia.
a Vila Olímpia na Zona Sul de São Paulo ganhou este novo empreendimento para a paisagem, o lugar terá uma  programação diária para qualquer visitantes.

  • oficinas, workshops, palestras, eventos e até mesmo “happy hours” para fomentar o espírito empreendedor no local.
Como as  coworking estão em alta e são o futuro das relações profissionais, no CUBO você também pode interagir e trabalhar na coworking local,  com capacidade para até 250 pessoas. Algo equivalente a cinquenta startups.

<hr>


QUERO PARTICIPAR E TRABALHAR LÁ! 


Legal, mas não é tão simples quanto ter dinheiro, muitas pessoas querem um novo escritório em SP e o CUBO parece uma excelente pedida. Para entrar no seleto grupo das pessoas que irão trabalhar lá precisará de um pouco mais do que o aluguel pois a concorrência é bem acirrada.

São muito mais de trezentas empresas em estágio inicial que não perderam tempo e já se inscreveram em uma espécie de processo de seleção para o coworking. A procura tem sido BEM maior do que a oferta. Sendo assim o gerente do CUBO avaliou critérios que eles consideram importantes para entrar na coworking.
Modelos de negócio; São aceitas a empresa/startups B2B ou B2C, ou seja: empresas de tecnologia que possuam alguma solução, respectivamente, para outras empresas ou consumidor final.
Sinergia com as demais startups; de modo que todas as residentes possam, eventualmente, se tornar parceiras e se ajudar no desenvolvimento dos produtos, assim como na aquisição de novos clientes.

Gostou? continue acompanhando as novidades de SP por aqui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário